4 itens de segurança em carros que são essenciais

4 itens de segurança obrigatórios em carros - Gustavo Baterias

Acidentes de carro são tão recorrentes mundialmente, que são considerados a maior causa de morte entre pessoas de 5 a 29 anos

Por isso, as montadoras estão preocupadas em trazer mais itens de segurança em carros e diminuir essa triste estatística.

Desde janeiro de 2020, de acordo com o Conselho Nacional de Trânsito (Contran), os veículos novos, ou seja, zero quilômetro vendidos no Brasil, devem ter itens de segurança adicionais.

Essa medida, além de diminuir as mortes em acidentes de carro, faz com que as vítimas se machuquem menos em casos de acidentes, mesmo ainda apresentando comportamento de risco no trânsito.

Mas, quais são esses itens e para que eles servem? Saiba tudo nesse post!

Por que novos itens de segurança em carros estão sendo obrigatórios?

A preocupação do Governo em diminuir a quantidade de mortes em acidentes que envolvem automóveis não é de hoje. 

Rotineiramente, novos itens de segurança são adicionados como obrigatórios nos carros zero, para que as fatalidades diminuam e o trânsito seja mais seguro.

Foi o caso do freio ABS e do airbag duplo que foram implementados como obrigatórios em 2014.

Voltando um pouquinho mais no tempo, temos ainda em 1994 a obrigatoriedade do uso do cinto de segurança e, consequentemente, a adaptação dele para o modelo que conhecemos hoje, de três pontos.

Mais do que simples exigências, a presença desses novos itens de segurança em carros são essenciais para salvar milhares de vidas.

4 novos itens de segurança em carros 

Visando melhorar ainda mais a segurança atual, novos itens se tornaram obrigatórios agora em 2020:

Controle eletrônico de estabilidade (ESP)

O ESP faz com que o motorista não perca o controle da sua direção em diversas ocasiões, principalmente curvas e manobras bruscas.

Esse pequeno controle é muito inteligente: ao perceber que as rodas por algum motivo estão apresentando problemas de aderência, o que pode fazer com que o carro fique desgovernado, a central eletrônica do dispositivo freia cada roda individualmente.

Barras de proteção lateral

As barras de proteção lateral são itens de segurança em carros um tanto quanto conhecidas, porém até então não obrigatórias no Brasil.

Essas barras localizadas na lateral da parte interna do carro permitem uma maior proteção a impactos aos motoristas e demais passageiros, evitando acidentes graves.

Luzes de rodagem diurna (DRL)

Essa luz, também chamada de Daytime Running Lights, possui tecnologia inovadora e liga e desliga automaticamente após a partida ou desligamento do carro.

Mas para que serve a DRL? Para tornar o carro mais visível: é muito mais do que uma simples lanterna de automóvel, é um dispositivo de segurança para impedir acidentes.

Então, antes de achar esse item dispensável, saiba que existem muitos estudos por trás da sua existência e eficácia!

Cintos de segurança de três pontos e apoios de cabeça (para todos os ocupantes)

Os cintos de segurança já eram obrigatórios para o motorista e copiloto.

As novas regras falam sobre a obrigação da presença de cintos de segurança de três pontos e apoios de cabeça para todos os ocupantes do carro.

Isso faz com que os automóveis se tornem mais seguros e evitem acidentes graves, pois os cintos em três pintos e apoios de cabeça fazem com que choques decorrentes de acidentes e impactos sejam mais amenos.

Um fato curioso é que algumas linhas de carro poderão parar a produção por não terem esse tipo de cinto.

Agora que você já está por dentro sobre os quatro novos itens de segurança em carros, que tal continuar antenado sobre a segurança do trânsito? Saiba quais são as 5 infrações consideradas graves no trânsito brasileiro e faça sua parte para evitá-las!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *