Como higienizar seu carro para evitar o Coronavírus

Como higienizar seu carro do coronavírus | Gustavo Baterias

Como divulgado por inúmeros canais de comunicação, o contágio de Covid-19 pode ocorrer pelo simples toque ou contato com uma superfície contaminada. Levando em consideração que o veículo é, não só um meio de transporte onde transita muita gente, mas, hoje, um instrumento de trabalho, alguns cuidado quanto à higienização devem ser tomados.

Embora seja divulgado o uso indiscriminado do álcool gel nas mãos e nos demais ambientes e superfícies da nossa casa, como a forma mais eficaz de combate ao vírus, é preciso cuidado. No carro, por exemplo, é importante levar em consideração que algumas partes são sensíveis a este produto e, portanto, podem ser danificadas. 

Álcool gel pode danificar alguns materiais

Álcool é uma substância que pode danificar os plásticos, deixando-os esbranquiçados, por isso, nem todos os locais no interior do carro podem ser limpos com este produto. Bancos com estofamento de material sintético ou couro são mais fáceis de higienizar e, por isso, pode ser usado detergente neutro para fazer a higienização correta. 

Já os bancos de tecido também devem ser limpos com a mesma substância do sabão, podendo ser aplicado em um pano levemente umedecido. Caso seja encharcado, será necessário aspirar com extrator em alta potência. O recomendável para carros particulares, é que essa limpeza seja feita ao menos uma vez por semana. 

Recomendações para quem trabalha por aplicativo

Muitos motoristas de aplicativos têm encontrado dificuldades para higienizar o carro entre uma corrida e outra. Além de que, nem todos os passageiros têm o mesmo cuidado de se higienizar e continuam desobedecendo a quarentena, recorrendo ao transporte particular. 

Para soluções como essa, especialistas recomendam que no carro tenha sempre disponível álcool gel para os passageiros e procure circular com o carro sempre de janela aberta. No fim do expediente, higienize todo o interior do carro, como mencionado no tópico acima e tenha cuidado redobrado ao limpar as maçanetas (onde tem maior contato). Peça ao passageiro maior compreensão e respeito ao entrar no carro, sempre limpando as mãos ao entrar e ao sair.

Além disso, o uso do ar condicionado não é recomendável. Não se esqueça que quanto mais úmido e fechado é a circulação, maiores chances do vírus se propagar e contaminar quem está no interior do carro. Proteja a sua família, seus passageiros e a si mesmo.

Fique de olho no nosso blog para mais dicas de prevenção e outras atualizações no universo automobilístico. O Gustavo Baterias se preocupa com a segurança de nossos clientes. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *