Baterias de motocicleta: dicas para uma boa conservação do componente

Baterias de motocicleta

Os cuidados com a sua moto são primordiais, principalmente em se tratando de qualquer tipo de bateria, pois elas estão relacionadas à tensão dos seus componentes. Vale ressaltar que essa peça realiza a função de ativar todos os equipamentos necessários para o perfeito funcionamento da motocicleta, pois é responsável até por ligar o motor. Ou seja, sem a bateria, a moto nem andaria. Com isso, tendo lançado recentemente a sua linha de baterias de motocicleta, a Baterias Moura agora fornece dicas para a boa conservação desse componente.

De acordo com a fabricante, há dois tipos de baterias de motocicleta: a bateria ventilada (que permite manutenção) e do tipo selada, AGM/VRLA, que não precisa de manutenção após a ativação. Ambas precisam ser observadas atentamente para o perfeito estado e funcionamento para não te deixar na mão.

Com o veículo desligado, analise se as baterias seladas (VRLA) estão com tensão entre 12,8V e 13,0Vm. Já as ventiladas (convencionais) devem estar entre 12,4V e 12,6V. Com isso, engenheiros especialistas afirmam que em casos de valores acima ou abaixo dos recomendados, a bateria deve ser carregada aqui na Gustavo Baterias, já que o uso de carga rápida ou de carregador, quando feitas de maneira inadequada, pode reduzir a vida útil do equipamento.

O sistema de carga do alternador também deve ser avaliado, e sua tensão deve estar entre 14,0 e 14,5V. E com isso advertido, saiba que valores divergentes desses apontados podem sobrecarregar a bateria ou sulfatá-la, inutilizando o componente. Ainda, de acordo com especialistas, o desgaste da bateria se dá principalmente pela quantidade de partidas que são dadas por dia ou pelo uso dos faróis e piscas quando o motor está desligado.

Por isso, o ideal é manter o motor sempre em funcionamento e evitar a instalação de excesso de componentes, como alarmes ou rastreadores, pois estes possuem uma corrente que consome da bateria mesmo quando o motor está desligado. Entre as dicas que a fabricante da Baterias Moura dá ao mecânico e ao condutor, está o check-up elétrico na motocicleta de forma regular, preferencialmente a cada 6 meses, para manter os cabos e terminais da bateria bem apertados. Além disso, é preciso tem em mente que uma bateria para moto costuma durar entre 2 e 3 anos, mas se os cuidados acima mencionados forem tomados, tanto com a própria moto, quanto com a bateria, esse tempo estipulado pode aumentar.

Agora que você pegou essas dicas, aproveite e passe em uma de nossas lojas para fazer o check-up preventivo da bateria de sua moto! Rodar com segurança é preservar a sua liberdade na estrada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *