Como não levar o coronavírus em seu carro

Como você pode evitar a contaminação pelo coronavírus no seu carro | Gustavo Baterias

Com grande parte do comércio fechado e as recomendações da Organização Mundial da Saúde, a recomendação é que se evite o transporte público. Com isso, a demanda para o transporte privado tende a ser maior. Para quem trabalha como motorista particular ou de aplicativos, ou taxistas redobrar os cuidados em época de pandemia é fundamental. 

No texto de hoje, para resguardar a sua saúde e a de passageiros, separamos algumas dicas de como você pode evitar a contaminação pelo coronavírus. 

Evite contato ao máximo com o passageiro 

Usar a máscara é um requisito que deve ser obrigatório. Principalmente porque já foi mais que comprovado que a transmissão do vírus acontece através de espirros e tosses, ou pequenas gotículas de saliva. Por isso, evite ao máximo contato com o passageiro e coloque como requisito para transitar no seu carro o uso da máscara. Você tem o direito de recusar corridas, caso o passageiro seja desobediente. 

Não converse no trajeto, evite receber dinheiro e mantenha o máximo de distância de qualquer pessoa dentro do carro. Se o passageiro insistir em conversar, tocar em você ou sentar no banco da frente, diga que está cumprindo normas de segurança e que o ideal é que ele permaneça no banco de trás e com as mãos devidamente higienizadas. 

Aliás, a higienização é outro ponto importante. Mantenha no carro ao alcance sempre álcool gel para não ter desculpas de falta de equipamento de segurança. Peça a todos os passageiros para higienizar as mãos ao entrar e ao sair do carro, para evitar a contaminação de outros passageiros e a dele próprio. 

Nada de ligar o ar condicionado! 

Tentar agradar passageiro em um momento como este de pandemia é um erro. Janelas fechadas e ar condicionado no máximo pode colaborar para o desenvolvimento não só do vírus, como de fungos e bactérias. O ideal é rodar com os vidros abertos. Antes o passageiro passar calor do que se contaminar e ainda contaminar outras pessoas e você. 

Evite corridas ao aeroporto 

O percursos que os motoristas de aeroportos fazem pode ser um grande risco para a saúde. Isso, pois, a rotatividade de passageiros que vêm de outros países, e o pior, que muitas vezes vão a hospitais já com sintomas de COVID-19 já é realidade relatada por muitos profissionais do transporte privado.

Por isso, se puder evitar fazer este percurso, então faça! Se não puder, redobre a atenção quanto às exigências, bem como higienização das mãos, descarte de objetos que ficaram no carro e contato com o passageiro. Ao sentir sintomas como dor e febre, recorra a um médico, especifique o seu local de trabalho, o tipo de atividade exercida e se cuide. Tomando medidas como essas, você protege a sua saúde e a de todos os passageiros. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *