Saiba os motivos que podem levar o carro a ser apreendido

Motivos que podem levar o carro a ser apreendido | Gustavo Baterias

O Código de Trânsito Brasileiro possui uma lista de infrações que podem levar o seu carro a ser apreendido. Os motivos podem variar entre ultrapassagem de velocidade, rachas e até dirigir sem licenciamento.

Quando isso acontece, para rever o seu veículo, é necessário mover um processo que definirá o tempo em que o seu veículo ficará retido. É importante evitar e dar motivos para as autoridades, pois, a resolução do processo não se dá de forma imediata e leva um tempo para que a lei decida o que fazer. Além disso, é necessário comprovar a irregularidade do motorista, fora os custos de tudo que for necessário, como aluguel do pátio – tudo isso fica por conta do condutor.

No texto de hoje listamos algumas dessas infrações que podem resultar na apreensão do seu carro!

  • Carro sem registro adequado ou licenciado conforme rege o código, como por exemplos estar com problemas na placa ou com suspeita de adulteração da mesma, pode resultar na apreensão.
  • Rachas ou pegas, corridas e manobras perigosas que colocam em risco a vida dos pedestres e outros veículos são outros motivos que dão às autoridades o direito de apreensão.
  • Irregularidades na CNH também geram apreensão do veículo. Neste caso, pode ser evitado caso outro motorista estiver acompanhado e apto a conduzir o veículo.
  • Levar passageiros no compartimento traseiro de cargas. Por questões de segurança, o recomendável é que passageiros ocupem apenas os bancos da frente e os de trás.
  • Em uma blitz, caso o condutor seja parado, é preciso entregar os documentos. Caso contrário, o veículo poderá ser retido por suspeita de irregularidades na CNH.
  • Parcelas do veículo em atraso também podem resultar na apreensão.

Como evitar que seu veículo seja apreendido?

Não atrase as parcelas do seu veículo. Quando há a constatação de pelo menos 3 delas em atraso, a financiadora pode encaminhar a uma assessoria de cobrança o seu endereço cadastrado para fazer a apreensão.

Outro ponto importante é estar sempre informado dos seus direitos e deveres nos casos de financiamento. Cuidado com atendimento via telefone pelas financiadoras. Atualmente há várias fontes de pesquisa que você pode consultar a legislação. Também é preciso rever o seu contrato de financiamento para evitar taxas extras e comissões condicionadas ao contrato que foram vinculadas sem o seu consentimento.

Manter as finanças organizadas é importante para não comprar um carro cujas parcelas não cabem no seu orçamento. Além disso, não comprometa mais do que 30% da sua renda com esse tipo de dívida. Além dos valores das parcelas, não se esqueça de outras despesas que podem surgir, como combustível, IPVA, concertos entre outros.

Agora que você já sabe alguns dos motivos que podem levar o seu carro a ser apreendido, fique atento! Mantenha-se informado e compartilhe esse post com seus amigos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *