Segurança dos caminhoneiros na estrada

Segurança dos caminhoneiros na estrada

O transporte de mercadorias no Brasil é predominantemente rodoviário, e conta com mais de 2 milhões de caminhoneiros que trabalham cruzando o país diariamente para suprir a necessidade de consumo de todos e fazer a logística funcionar.

A importância do trabalho dos caminhoneiros é tão grande que, se esses profissionais cruzarem os braços e pararem seu trabalho por alguns dias o caos certamente se instala no país, como aconteceu em uma greve geral dos caminhoneiros de 21 A 30 de maio de 2018.

Nessa ocasião houve indisponibilidade de alimentos, remédios e combustível, acarretando em grandes transtornos em todos os setores da economia, levando os consumidores a correr ao supermercado e elevando o preço das mercadorias.

A profissão do caminhoneiro, além de ser de muita importância para manter a distribuição de produtos dos mais variados segmentos, é também uma profissão de muito risco.

Levando-se em conta as más condições das estradas brasileiras, ou, quando são bem cuidadas, os altos preços dos pedágios, ainda há de se considerar a falta de segurança, e também a necessidade do caminhoneiro de trabalhar muitas horas seguidas buscando uma melhor remuneração.

Diante de tantos desafios para o profissional das estradas, relacionamos a seguir algumas dicas de segurança e atitudes que podem ajudar os caminhoneiros a fazer seu trabalho da melhor maneira possível, minimizando os perigos e diminuindo o cansaço para tornar as viagens mais seguras. Confira!

Antes de carregar o caminhão:

  • Fazer uma checagem na parte elétrica, mecânica, pneus, estepe, freio, água.
  • Encher o tanque para evitar parar para abastecer durante a viagem.
  • Conferir os documentos da carga, como nota fiscal, documentação do caminhão assim como seus documentos pessoais.

Ao sair da transportadora ou da empresa, escolha o melhor itinerário e já planeje todo o trajeto: onde parar, abastecer, almoçar e qual é o caminho mais rápido e seguro.

Durante a viagem:

  • Procure não trafegar por vias desconhecidas, dando preferência a rotas já conhecidas para evitar surpresas, mas se tiver que trafegar por uma via desconhecida, tente dirigir durante o dia.
  • Respeite as leis de trânsito e sinalização das estradas.
  • Não dê carona para estranhos.
  • Caso seja abordado por assaltantes, não reaja.
  • Nas paradas para refeição ou abastecimento não comente com ninguém sobre o que está transportando ou seu destino.
  • Se houver algum problema com o caminhão na estrada, evite parar em locais desertos, procure um posto de policiamento rodoviário.
  • Evite dormir em locais que você desconhece, procure descansar em um estacionamento de um posto ou próximo a um policiamento rodoviário.
  • Em caso de acidente, acione as autoridades competentes – Entre em contato com o SAMU (192) ou com a Polícia Rodoviária Federal (191). Ladrões simulam situações para enganar motoristas prestativos.
  • Faça pausas para descansos e tenha uma alimentação saudável.
  • Evite pegar a estrada à noite, mas se não for possível, tenha atenção dobrada.
  • Cuidado com medicamentos que podem causar efeitos colaterais perigosos, como vertigem, euforia, sono etc.
  • Fique longe de drogas (álcool, maconha, cocaína etc.), elas podem causar acidentes graves.

Entrega da carga:

  • Calcule para saber se poderá entregar a carga no dia em que chegar ao local, caso contrário, vá dormir em um local seguro.
  • Acompanhe o desembarque da carga.
  • Com o caminhão vazio, revise novamente os pneus, parte mecânica e elétrica.

Por fim, lembramos que a tecnologia tem ajudado todas as classes profissionais, inclusive os caminhoneiros através de atualizações nos GPS e recursos eletrônicos nos caminhões. É importante se atualizarem com as inovações, melhorias e facilidades que a tecnologia disponibiliza, assim como grupos de Whatsapp para trocar informações sobre as condições nas estradas. A principal dica sempre será dirigir com atenção, respeitando as leis de trânsito e suas condições físicas para pegar a estrada em segurança. Boa viagem!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *