A diferença entre bateria estacionária e automotiva

A diferença entre bateria estacionária e automotiva

Em nosso canal você pode acompanhar um pouco sobre as baterias estacionárias e a sua importância no nosso dia a dia. Por isso, é importante saber distinguir a diferença entre bateria estacionária e automotiva, uma vez que essas têm atribuições específicas, assim como outros quesitos de durabilidade a depender de sua finalidade. Sendo assim, separamos esse artigo para te ajudar a selecionar a melhor opção.

Assim como qualquer produto que se encontra hoje no mercado, existem marcas muito boas e ruins, podendo atingir a qualidade do produto. Enquanto as baterias automotivas são projetadas para o uso de automóveis, com uma vida útil de 3 anos, as estacionárias são feitas de materiais nobres, justamente para durarem mais tempo, podendo perdurar de 7 a 10 anos dependendo do caso. Isso inclusive justifica o alto custo desse tipo de bateria.

Iniciando em curto prazo a utilização de bateria automotiva em aplicações estacionárias, como nobreaks, a geração de energia eólica e solar é grande, já que o custo é menor em relação à bateria estacionária cuja capacidade em Amperes-Hora é a mesma. Entretanto, o que se observa é que em longo prazo a bateria estacionária sem dúvida mostra um melhor desempenho, além de segurança. Por isso, a importância de saber escolher a melhor opção para determinadas ocasiões é importante.

As baterias automotivas:

As baterias automotivas possuem um material inferior ao da bateria estacionária, uma vez que sua composição é de chumbo fino e por isso precisa de maiores quantidades. Essa estrutura, por sua vez, é mais vulnerável ao contato para soluções ácidas e, por conseqüência, fornece uma corrente maior de Amperes, o que degrada com mais rapidez o material.

Além disso, as bateria automotivas são feitas para serem sempre carregadas, e fornecer uma quantidade maior em um curto período de tempo – o necessário para dar partida no motor. Já que o motor está em constante funcionamento, o alternador fica encarregado de manter a bateria sempre carregada. Visto isso, a descarga máxima projetada para bateria automotiva é de 10% de sua capacidade.

Além disso, outro ponto que é imprescindível destacar é sobre a toxicidade fornecida pelas baterias automotivas. É certo que ambas as baterias emitem hidrogênio a vapor de ácido sufúrico no processo de descarga, entretanto, nas baterias automotivas, esse vapor se dissipa rapidamente, já que a bateria fica abaixo do capô separando da cabine dos passageiros. Visto isso, se esse tipo de bateria é usada com o propósito de ser estacionária, quando em salas cuja circulação de pessoas é freqüente, pode causar danos à saúde, dependendo da quantidade de baterias e se a ventilação for inadequada no ambiente.

As baterias estacionárias:

Agora, falando das baterias estacionárias, as suas principais vantagens estão em seu ciclo mais profundo e duradouro. Podem perder 80% de sua carga total e possuem placas internas mais espessas, trabalhadas no chumbo grosso, além de outros materiais nobres, o que favorece a sua utilização e permanência em locais com grande circulação de pessoas. A sua vida útil também é muito maior, podendo ter durabilidade de até 10 anos dependendo da finalidade para qual for utilizada. As baterias estacionárias também são menos suscetíveis a vazamentos da solução ácida, explosões e outros problemas que podem por em risco a sua vida.

Agora que você tem entendimento de que uma bateria é feita especificamente para dar partida e manter sempre a carga máxima em um automóvel, enquanto a outra é feita para serem utilizadas de forma gradativa, como placas solares, telefones, lanternas e outros, fica evidente que a utilidade de ambas depende, sobretudo, da finalidade para qual irá servir.  Ainda sim, fica evidente que a bateria estacionária é a menos danosa das opções. Portanto, evite economizar na escolha dependendo da ocasião e invista naquela cuja durabilidade proporciona maior segurança no ambiente em que estiver presente. Fique de olho em nosso site para informações que podem fazer a diferença nas suas escolhas!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *